top of page

Mas afinal o que são, e para que servem os endurecedores de unhas???

Atualizado: 10 de nov. de 2022



Hoje em dia são tantos os tratamentos para unhas que é fácil ficarmos baralhados.

Das bases aos endurecedores a oferta é variada, mas então qual a diferença entre eles?…


Em primeiro lugar temos de avaliar a unha. É saudável? Está fragilizada? E se sim, qual a causa?…

Pode ser:

. Genética,

. Problemas de saúde,

. Exposição excessiva a detergentes e outros químicos,

. Excesso de abrasão (limagem) entre manutenções por um profissional não qualificado, ou o arrancar o material das unhas (quando falamos em unhas artificiais).


Os endurecedores para unhas são um tratamento popular, mas como funcionam?…

Normalmente têm a aparência de um verniz, enriquecido com proteínas que reagem com a proteína natural das nossas unhas e criam ligações químicas que as tornam mais fortes. Também podem conter agentes emolientes, o que é ideal para unhas quebradiças, e ajudam ao equilíbrio de água e lípidos sempre presente no nosso organismo (em mais ou menos quantidade), essenciais para uma unha saudável e equilibrada.




Um dos factores determinantes para que o produto faça aquilo que é suposto, é a fórmula química - pois é determinante na capacidade que os ingredientes têm de penetrar nas unhas (a nível molecular) - ou seja, o sucesso do produto está na capacidade de penetração e ligação desses mesmos químicos com as unhas. A maioria deles contém solventes e plastificantes, e um dos mais importantes é o acetato de etila.

Dado que a unha é composta por várias camadas, o uso de um bom endurecedor permite que as várias camadas da placa da unha absorvam estes micro elementos e proteínas - dada a sua semelhança química com a composição de queratina da própria unha.


No entanto, há algo que não nos podemos esquecer. Os endurecedores de unhas são principalmente cosméticos, e ajudam, mas não em todos os casos. Por funcionarem por sobreposição de camadas em tratamentos contínuos de 7 a 15 dias, acabam tal como disse acima, por ajudar na ligação química da queratina das unhas naturais, mas não repõem unha, ou seja, no caso das unhas estarem danificadas devido à má aplicação ou remoção de unhas artificiais, só com o crescimento de nova unha é que esse problema será resolvido.


Resumindo, são bons enquanto os usamos, podem e devem ser usados até como base antes de uma manicura, mas temos de ser realistas em relação às expectativas, pois como produtos cosméticos que são, ajudam enquanto os usamos, mas não são “milagreiros”, nunca vão repor unhas danificadas por excesso de abrasão (limagem), ou por terem arrancado consecutivamente as unhas artificias, o que traz agarrado parte da unha natural deixando-as mais finas quando o fazem. Isso, caríssimos /as só o crescimento de nova unha o pode fazer, por isso sim, em unhas quebradiças, em unhas que sofrem por excesso de exposição a detergentes e outros químicos, ajudam - enquanto os usarem - mas é só.


Até à próxima

SaL - Sandra Luz

240 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page